5 Motivos Para Você Contratar Uma Contabilidade Para Elaborar a Sua Declaração de Imposto de Renda

Com a não atualização desde o ano de 2015 da tabela de Imposto de Renda Pessoa Física pelo governo Federal a cada ano que passa mais e mais pessoas estão obrigadas a prestar contas com a Receita Federal entregando a sua declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. A expectativa é que seja entregue 28,8 milhões de declarações neste ano de 2018.

(confira nesse link quem está obrigado a declarar >> https://youtu.be/hFatVEkps_4)

Mas afinal o que é a Declaração de Imposto de Renda?

O seu nome correto é Declaração de Ajuste Anual de Imposto de Renda e o seu principal objetivo é apurar através dos seus rendimentos e das suas despesas dedutíveis o valor do Imposto de Renda a pagar, e caso você tenha já tenha pago algum imposto de renda durante o ano (ex: Imposto de Renda Retido na Fonte dos empregados), verificar se o valor pago foi maior ou menor do que deveria.

Desse confronto, imposto pago antecipado versus imposto devido apurado na declaração de ajuste, tem origem as expressões Restituição  ou  Imposto de Renda a Pagar.

Em suma: Se o valor de imposto que você recolheu durante o ano anterior for maior do que o valor do imposto devido apurado na sua declaração de Imposto de Renda você terá direito a restituição do imposto pago a maior. Caso o valor do imposto recolhido no ano anterior for menor do que o apurado na sua declaração você terá que pagar a diferença do imposto na entrega da sua declaração.

Agora vou dar 5 motivos para você contratar uma contabilidade para elaborar a sua declaração de Imposto de Renda Pessoa Física:

  1. Maior Restituição ou Menor Imposto a Pagar: Só um profissional especializado poderá estudar a sua declaração e preenche-la objetivando a melhor situação para o seu cliente.
  2. Lançar todos os rendimentos e colocá-los nos campos corretos os rendimentos nos campos corretos: No programa da declaração de Imposto de Renda existem mais de 40 campos possíveis para se lançar os rendimentos e caso ele seja lançado em local errado poderá acarretar em pagamento de multas e juros.
  3. Verificar a autenticidade das despesas lançadas na declaração: Segundo a Receita Federal um dos fatores de autuação de multas por erro no preenchimento da declaração é o lançamento de despesas sem o comprovante de pagamentos ou mesmo desesas que não são considerados dedutíveis e lançados erroneamente como dedutíveis.
  4. Lançar de maneira correta o patimônio e a sua valorização, diminuindo o valor do pagamento do Imposto sobre o Ganho de Capital: Atualizar ao valor de mercado, e apurar de forma errada o ganho de capital é um dos exemplos como a falta de conhecimento pode levar a declaração cair na malha fina.
  5. Fazer uma análise final da sua declaração atestando se a sua renda está compatível com o seu patimônio: O olhar criterioso de um profissional avaliará a harmonia entre renda e patrimônio da declaração.

Claro que o melhor motivo é a tranquilidade e a segurança de estar prestando contas com o Leão de forma correta.

Nós da BORSATTO Contabilidade estamos há mais de 17 anos auxiliando o contribuinte no preenchimento da sua declaração de Imposto de Renda. Contamos com uma equipe de profissionais especializados e treinados para a excelência no seu atendimento e na elaboração da sua declaração. Solicite um orçamento clicando [aqui] ou através do e-mail [email protected] e pelos telefones: 11-3207-7108 / 2309-7108.

 

Sobre o autor: Fabiano S. Borsatto é contador, pós graduado em controladoria e finanças, empreendedor e especialista em gestão contábil e financeira para a micro e pequena empresa.

twitter: @fabianoborsatto

facebook: @fabianoborsatto